TRABALHO DE CAMPO

TRABALHO DE CAMPO

O trabalho de campo é feito percorrendo-se os diversos domicílios dentro de cada conglomerado no segundo estágio do processo de amostragem, até o cumprimento das quotas estipuladas.

Durante a realização do trabalho de campo os funcionários trabalham uniformizados e devidamente identificados. Utilizou-se o método de intenção de voto com o objetivo de eliminar o viés de seleção introduzido pela ordem das respostas.

No término do trabalho de campo, os questionários são entregues aos digitadores da empresa, onde a equipe técnica realiza a tabulação dos dados para análise dos resultados. Os questionários são tabulados em software específico, onde cada coluna representa uma pergunta a cada linha representa uma pessoa entrevistada. Cada registro contém os números dos questionários e os nomes dos entrevistados, de forma a permitir uma posterior conferência e fiscalização dos dados pesquisados.

Todos os questionários preenchidos recebem crítica para avaliação da consistência dos dados coletados. 20% dos questionários são separados, aleatoriamente, para ser submetida à conferência através de novos contatos com os entrevistados, medida sempre adotada e que visa garantir a qualidade e fidelidade dos dados coletados. A consistência dos dados é verificada pelo seu conteúdo e lógica.

No sistema de verificação da coleta de dados é importante que se tenha um processo de controle contínuo da qualidade do trabalho de campo. Neste caso, a empresa realizada um acompanhamento meticuloso para verificação, controle e fiscalização da coleta de dados.

Através de fiscalização independente, com revisita e checagem de respostas. Além disso, haverá filtragem em todos os questionários após realização das entrevistas. Todos os questionários passarão por uma crítica, antes da liberação para digitação, sendo que, questionários com perguntas deixadas em brancas e possíveis incoerências serão retornadas ao campo para correção.